Fascismo: definição, características, história - Mais Educação
.

Fascismo: definição, características, história

. .
.

Fascismo - o que é, significado e características.


O Fascismo é um regime político autoritário que exalta o nacionalismo e o antimarxismo e que despontou na Itália no período entre Guerras. 

Foi um dos regimes políticos que deram origem à Segunda Guerra Mundial (junto com o Nazismo). Inclusive, pela pretensão de existir no mundo todo. O fascismo teve grande expressão na Itália, após a Primeira Guerra Mundial, em que à Itália foi aliada da Inglaterra e França. Esta aliança garantia a Itália terras da Áustria que a Itália já disputava há algum tempo.

Fascismo na Itália


Ao fim da Primeira Guerra Mundial, a Itália ainda se sentia lesada por não ter conseguido ficar também com as colônias da Alemanha na África e outras terras, além das enormes perdas. Os italianos foram indenizados com pequenas quantias. Estas frustrações fizeram com que o povo perdesse a credibilidade no governo. Neste momento, os fascistas se manifestaram dizendo que os interesses do governo só seriam defendidos se ele fosse forte.

O partido fascista começou a ser expressivo, porque a crise econômica se agravava cada vez mais e os partidos socialistas também estavam crescendo, o que assustava a alta burguesia e a classe média.

Os capitalistas escondiam produtos para poder aumentar os preços. O custo de vida era alto, a inflação não parava de crescer, os ex-combatentes não tinham empregos, nem nos campos. A classe trabalhadores tinha de fazer muita força para sobreviver nestas condições.

Consequentemente os partidos socialistas e os movimentos de oposição conquistaram um terço das cadeiras da Câmara dos Deputados. E, por influência da Rússia, houve uma grande greve em 1920, com 100 fábricas tomadas pelos operários, que fecharam pela falta de organização dos trabalhadores e crédito bancário. Os trabalhadores rurais invadiram terras desocupadas.


Benito Mussolini
Benito Mussolini


Foi fundado o Partido Comunista na Itália em 1921, um dos principais líderes dos movimentos operários, o que incentivava cada vez mais a classe média e alta a investir nos partidos fascistas. Este abrangiam também os pequenos proprietários, comerciantes, profissionais liberais.


CRIAÇÃO DO PARTIDO FASCISTA 

Foi fundado o Partido Fascista em 1921, por Bento Mussolini, professor e jornalista. Ele atraía militares, ex-combatentes, bandos armados que praticavam ações terroristas contra partidos políticos, sindicalistas e grupos de esquerda.

Em 1921, houve eleições na Itália. Nela o Partido Fascista elegeu 35 deputados, mas não ganhou as eleições. Os fascistas chegaram ao podem em 1933 com 50 mil "camisas negras", grupo paramilitar do partido que fizeram a "Marcha sobre Roma". Mussolini foi escolhido como primeiro-ministro. 


Marcha sobre Roma


O rei nesta época era Vítor Emanuel III, que cedeu, e os fascistas iniciaram um novo governo, implantando a ditadura.

Em 1924 houveram novas eleições, e os fascistas ganharam. Mas o deputado socialista Mattioti denunciou as fraudes e o terrorismo dos fascistas. Foi sequestrado e assassinado por um bando de "camisas negras". Mussolini esteve no poder até 1943.

O fascismo foi implantado e foi presente em todas as classes sociais, empresas, indústrias, escolas, lares. Dominou totalmente a Itália, e uniu à Alemanha e ao Japão na Segunda Guerra Mundial

Características Básicas do Fascismo Italiano

- Estado corporativo.
- Totalitarismo
- Nacionalismo
- Militarismo

Algumas realizações fascistas: Reduziu o analfabetismo, melhorou a agricultura, intensificou a produção industrial, construção de hidrelétrica, assinou o Tratado de Latrão com a Igreja Católica (criação do Vaticano).


Equipe Mais Educação


No comments

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.