.

As Leis de Newton sobre o movimento

. .
Isaac Newton (1642 - 1727), nascido na Inglaterra , é o maior cientista da mecânica clássica. Ele contribuiu muito para a mecânica quando formulou as três leis do movimento ou simplesmente Leis de Newton, que foram apresentadas em 1686 à comunidade científica.

A Primeira Lei de Newton: princípio da Inércia

Observando um móvel deslizando em um plano horizontal, notamos que sua velocidade diminui até ele parar. Repetindo essa experiência, só que agora com um plano horizontal, mas liso e mais polido, notamos que sua velocidade diminui mais lentamente. E se agora ele deslizar em um plano horizontal bem mais liso, bem mais polido e ainda lubrificado, sua velocidade diminui bem mais lentamente, e ele demora bem mais para parar. Podemos concluir que se todo o atrito fosse eliminado, o móvel ficaria em uma linha reta e com velocidade constante.

Esse princípio foi chamado de Princípio da inércia ou Primeira Lei de Newton, que a enunciou da seguinte maneira:
Qualquer corpo permanece em seu estado de repouso ou de movimento retilíneo uniforme, a menos que seja obrigado a modificar tal estado por forças aplicadas a ele.
Experimento sobre a primeira lei de Newton com copo e moeda
Experimento da primeira Lei de Newton: Ao puxarmos o papel rapidamente, a moeda não sofre  a ação da força aplicada no papel. Todo corpo em repouso tende a permanecer em repouso. 

Segunda Lei de Newton

Princípio Fundamental da Dinâmica - Este princípio fica resumido em uma equação

F = m.a 

Onde F é a soma vetorial de todas as forças que atuam sobre o corpo, portanto F é a força resultante.
m é a massa do corpo
a é a aceleração vetorial

Analisando a segunda Lei de Newton, vemos que a primeira Lei é um caso particular da segunda Lei. Pois se F=0, isto é, se não há nenhuma força atuando sobre o corpo a aceleração do corpo será nula.


Imagem prática da Segunda Lei de Newton
Exemplo prático da Segunda Lei de Newton

Terceira Lei de Newton


Ação e Reação
Força é uma interação entre dois corpos.

Experimentalmente podemos notar que quando um corpo exerce uma força em outro, o segundo também exerce uma força no primeiro.

Uma força nunca aparece sozinha:

Em uma interação, temos duas forças - denominamos uma de ação e a outra de reação. Com base nisso Newton enunciou sua terceira Lei da seguinte maneira.
A toda força de ação corresponde uma força de reação com mesma intensidade, mesma direção e sentidos contrários.
Devemos observar que as forças de ação e reação não se equilibram, pois estão aplicadas a corpos diferentes.

Direitos de uso
Blog Mais Educação

Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.