.

Por que não existe furacão no Brasil?

. .
Provavelmente você já presenciou uma ventania no Brasil. Os galhos das árvores se dobram, as folhas caem e são arrastadas pelo chão. Muitas vezes, o vento adquire grande velocidade e provoca muitos danos. Felizmente no Brasil não existem furações devido ao nosso país estar localizado em uma zona de pressão subtropical. A temperatura dos oceanos também contribui para que nosso país esteja "livre" de furacões constantes.


O Olho de um furacão (o buraco no centro) é a parte onde os ventos
são mais fortes. (Fonte: Wikimedia)


Como surge um furacão

A circulação geral da atmosfera, também chamada primária, é responsável pela existência das grandes zonas climáticas (polares, temperadas e tropicais). Existem seis módulos, três em cada um dos hemisférios norte e sul. 


Além dessa circulação geral ou primária, existem as circulações secundária e terciária, menos abrangentes em relação às grandes zonas climáticas. São representadas, por exemplo, pelos anticiclones (furacões), ventos monçônicos e ventos locais.
Os furacões são ventos que se movimentam circularmente em torno de áreas de baixas pressões (áreas ciclonais). Podem atingir até 300km/h e são capazes de provocar grandes destruições. Recebem nomes diferentes conforme o local: furacão (Caribe),  tufão (Ásia), Ciclone (Brasil) etc.

Para que ocorra um furacão são necessários três fatores: águas quentes(oceano), ar úmido e ventos fracos (na parte superior da atmosfera). Mesmo tendo águas com uma temperatura elevada na região nordeste, a ausência dos outros fatores coloca o Brasil fora da rota dos furações.

Quando falamos que o Brasil está "livre" de furacões significa que não é algo tão frequente. 
O último evento registrado foi em 2004 em Santa Catarina e embora exista uma divergência entre a comunidade científica, foi classificado por cientistas americanos como furacão nível 1 (ventos com no máximo 150 km/h). Este foi um caso atípico em que se encontraram reunidos os três fatores necessários para a formação de um furacão.
Portanto já existiu furacões no Brasil.

Não se anime....

Apesar da aparente segurança em afirmar que "no Brasil não existem furacões", os tornados existentes aqui podem ser até mais devastadores. Os furacões normalmente são mais abrangentes e duradouros, sua chegada pode ser prevista tempo suficiente para as populações locais se prepararem.

No caso dos tornados, são menos abrangentes  quanto sua área de destruição, porém, são mais rápidos e quase sempre acontecem de surpresa. São facilmente reconhecidos pela forma de cone de vento, diferente do furacão. Quando ocorrem na água são chamados no Brasil de "Tromba d'água". 

Furacões no Brasil não são improváveis. O aquecimento global pode mudar o cenário, transformando algumas regiões propícias . Basta lembrar que em algumas regiões do Brasil onde antes nevava, não neva mais.

-------
Equipe Mais educação - blog



Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.