O que é e o que faz um Diplomata?

. .
A Carreira de Diplomata está em foco a cada dia, o mundo globalizado exige que as relações internacionais sejam bem definidas e, os conflitos e problemas entre as nações possam ser resolvidos na base do diálogo.

Mas afinal o que é um Diplomata?

O diplomata é uma profissional ligado as questões externas do país.
(Imagem: piixabay)

O diplomata é um profissional que representa seu governo junto aos outros países, servindo como ponte de negociação entre os vários interesses nacionais e estrangeiros.

Exemplo de atuação de um Diplomata:
 - Um brasileiro é detido durante o desembarque em outro país, por qualquer motivo que seja (o mais frequente é questão de imigração), um diplomata da embaixada brasileira acompanhará o caso. 

Dentre as atividades desenvolvidas por diplomatas brasileiros estão:

  • representar o Brasil perante outros países e organizações internacionais;
  • reunir informações para contribuir à formulação da política externa brasileira,
  • participar de reuniões internacionais e, nelas, negociar em nome do Brasil;
  • promover o comércio exterior brasileiro e atrair turismo e investimentos;
  • promover a cultura e os valores do povo brasileiro;
  • prestar assistência consular aos compatriotas no exterior.


O profissional que atua como diplomata deve ter conhecimento sólido de outros idiomas, de direito, de relações internacionais; disposição para viver longos períodos fora do país de origem, estes são apenas alguns dos requisitos do diplomata, que representa o Brasil nos outros países, defendendo nossos interesses.

A Carreira de Diplomata

A carreira diplomática está ligada ao Ministérios das Relações Exteriores do Brasil. Somente lá é que o profissional conseguirá empregar-se, através de concurso público.
O diplomata ingressa na carreira ocupando o  cargo de Terceiro-Secretário. Ao longo dos anos e segundo os critérios estabelecidos, pode vir a  ser promovido a Segundo-Secretário, Primeiro-Secretário, Conselheiro, Ministro de Segunda Classe e Ministro de Primeira Classe (Embaixador), que é o maior cargo da carreira de diplomata.

 Exige dedicação, e muita habilidade para tratar com pessoas. Tato é a palavra-chave para estabelecer uma ótima carreira.

Ao longo de sua carreira, um diplomata poderá se ocupar de assuntos tão diversos como direitos humanos, temas sociais, meio ambiente, educação, energia, paz e segurança, promoção comercial, temas financeiros, cooperação para desenvolvimento, promoção da cultura brasileira, cooperação educacional, cerimonial e protocolo, dentre outros. Além de negociar em nome do Brasil com todos os 194 países com os quais o Brasil mantém relações, o diplomata também poderá representar o país nas diversas organizações internacionais das quais o Brasil é membro.

Portanto, o Mercado de trabalho da diplomacia é restrito ao  campo governamental, onde se ingressa através de concurso público.


Fonte de pesquisa: 
Ministério da Relações Exteriores - Itamaraty
Redigido:
Luiz Antônio Korani

Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.