Socialismo: Como surgiu e quais suas características. - Mais Educação
.

Socialismo: Como surgiu e quais suas características.

. .
Punhos Fechados Comunismo


O avanço do capitalismo no século XIX, em meio à exploração e a miséria, fermentou o ativismo dos trabalhadores.
Em princípio, os trabalhadores, manifestaram seu repúdio às péssimas condições de vida, em um movimento  liderado por William Ludd (Ludismo). Os operários, saiam em bando, quebrando máquinas, tidas como responsáveis pela sua situação de miséria. De certa forma, o Ludismo era contra a mecanização do trabalho.
A seguir os trabalhadores decidiram organizar-se em associações que lutavam pela melhoria das suas condições de vida e de trabalho, assim nasceram os Sindicatos(Trade Unions). No início, não eram reconhecidos, mas com o passar do tempo, por meio de lutas, conseguiram alcançar alguns objetivos quanto à elevação dos salários, limitação das horas de trabalho, garantia aos trabalhadores acidentados, número de horas de trabalho das crianças, etc...


William Ludd
Destruição das máquinas pelos operários - Ludismo

Na Inglaterra, o movimento operário, aos poucos foi assumindo um caráter político. Organizou-se então, o movimento Cartista que reivindicava, entre outras coisas, a extensão do direito de voto, até então restritos aos cidadãos de altas rendas, às camadas menos favorecidas da população inglesa.

Em meio a tudo isto, surgiram teorias sobre a questão social; são elas:

- Socialismo Utópico.

- Socialismo Científico

- Socialismo Cristão.

- Anarquismo.

Socialismo Utópico

Também chamado de socialismo romântico; seus principais representantes são: Saint Simon; Louis Blanc; Charles Fourier; Robert Owen; Pierre Proudhon.
O socialismo Utópico defendia fundamentalmente, a construção de uma sociedade na qual não houvesse desigualdades sociais, tendo, entretanto, pouca consideração para com os meios necessários à sua viabilização.
Fourier, por exemplo, pregava a criação de uma sociedade de iguais (Falanstérios), sem destruir a propriedade privada. Owen, possuía uma fábrica e, fez dela uma colônia - modelo, com base num sistema de cooperativa de consumo e produção, tratando os trabalhadores como iguais.
Apesar de todas as propostas do socialismo Utópico fracassarem, esta doutrina refletia o repúdio cada vez mais forte à situação social criada pela industrialização.


Socialismo Científico

Karl Marx Comunismo
Karl Marx (Créditos:pixabay)

Originário de uma reflexão mais profunda sobre a sociedade contemporânea, esta corrente de pensamento foi representada principalmente por Karl Marx e Friedrich Engels.
O Socialismo Científico ou marxista, pretende ser científico. Seus pontos essenciais são:

- Materialismo Histórico.

- Lutas de Classe.

- Mais-Valia.

- Evolução Socialista.

Materialismo Histórico


O modo de produção e de troca é a base  de toda a estrutura social. E a economia é o fator fundamental no desenvolvimento da história. Todos os acontecimentos políticos, sociais, culturais, etc; são, pois determinados por fatos materiais sobretudo econômicos. Não é a filosofia, portanto, mas a economia de cada época a causa de todas as mudanças sociais e de todas as revoluções políticas.

Lutas de Classes


Segundo Marx, uma fatalidade histórica. Sempre houveram exploradores e explorados: Senhores X Escravos; Patrícios x Plebeus; Barões x Servos; Mestres x Jornaleiros; Capitalismo x Proletariado.

Doutrina da Mais-Valia


Só o trabalho é que cria riquezas. O capital nada cria; ele próprio é criado pelo trabalho. Mas como o trabalhador não recebe o total da sua produção, há uma diferença entre o que ele recebe e o que ele produz; entre o salário comum e o valor criado pelo trabalho. Essa diferença, da qual se apropria o capitalista, é a mais-valia.

Evolução Socialista

A atual sociedade capitalista é o resultado de uma evolução gradativa, caracterizada pela luta de classes. A sociedade capitalista transforma-se-á (determinismo histórico), numa sociedade Socialista - Socialimo. Após a eliminação do Capitalismo seguir-se-á as seguintes fases: Ditadura do Proletariado; Remuneração de acordo com o trabalho realizado; Posse e administração, pelo Estado, de todos os meios de produção, distribuição e troca, até atingir o Comunismo, meta final da evolução histórica.

Socialismo Cristão

Leão XII Socialismo
Papa Leão XII 

Expressão da reflexão religiosa sobre a questão social, advogava a intervenção do Estado, para amenizar a situação de exploração dos trabalhadores, através da implementação de uma legislação trabalhista.
No Socialismo Cristão, a Igreja passa a se apresentar como instrumento de reforma e justiça social, buscando harmonizar as relações entre patrões e empregados assim, na Encíclica Rerum Novarum(1891), o Papa Leão XIII lançou uma crítica tanto às ideias marxistas e anarquistas quanto à busca ilimitada de lucro por parte da burguesia e à exploração do operariado. Afirmava que o trabalhador deveria ser respeitado como homem e como Cristão.

Outras Encíclicas Sociais Importantes:

- Quadragésimo Ano (1931) - Papa Pio XI.
- Mater et Magistra (1961) - Papa João XXIII.
- Pacem in Terris (1963) - Papa João XXIII.
- Populorum Progressio (1965) - Paulo VI.

Anarquismo

Corrente teórica que, entre outras coisas, defendia a destruição de todas as formas de opressão, como o Estado, a propriedade privada e a família. Entre os seus principais representantes temos: Mikhail Bakunim e Leon Tolstói.





------------------------------------------------------
Luís Korani
Pesquisa
Bibliografia:
FARIA, Ricardo de Moura et alli. História, vol. 3. Belo Horizonte - MG: Editora Lê.
PAZZINATO, Alceu Luiz et alli. História Moderna e Contemporânea. 3°ed. São Paulo: Ed. Ática.
Imagens: wikimedia comons
Imagem do topo: Punhos cerrados, símbolo de resistência muito
utilizado por socialistas/ comunistas(créditos: pixabay)


Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.