.

O Renascimento: Onde surgiu e como começou.

. .
O Renascimento foi um grande movimento cultural e científico que se iniciou no séc. XIV e que transformou a visão de mundo dos europeus.
Essa nova cultura, que se contrapunha à cultura medieval, iniciou-se, segundo alguns historiadores, com o escritor italiano Petrarca, que valorizava ao máximo a cultura clássica, greco-romana e que foi a grande inspiração do Renascimento, e é justamente por causa desta inspiração que o movimento tem esse nome, pois tenta renascer a cultura clássica.
O apogeu, no entanto, do movimento renascentista aconteceu nos séculos XV, XVI e início do XVII. Neste período apareceram inúmeros artistas e cientistas em diversas regiões da Europa. Mas, para esse movimento crescer da maneira que cresceu, alguns fatores contribuíram, e muito.

A criação do Homem de Michelangelo
Criação do Homem - Michelangelo

O primeiro foi o surgimento da imprensa, criada pelo alemão Johann Gutenberg(1398 - 1468). Com a imprensa, os livros deixaram de ser escritos à mão e passaram a ser imprimidos, o que causou uma transformação fantástica, pois podia-se imprimir muito mais livros tornado-os mais baratos.
Um outro fator muito importante foi o incentivo que os artistas receberam dos mecenas que compravam as obras; aliás, é importante lembrar que mecenas eram burgueses ricos que investiam em arte.
A burguesia teve grande importância no Renascimento. No período feudal, os burgueses não eram bem vistos pela sociedade. Com o Renascimento, a burguesia viu a possibilidade de ascender economicamente, socialmente e politicamente e por esse motivo investiu em massa nas artes.

O Pensamento Renascentista

A diversidade de manifestações do Renascimento foi muito grande. Artes plásticas, literatura, teatro, ciência política, religião e astronomia marcaram o movimento cultural, que não foi totalmente coeso em sua maneira de pensar.
Um dos aspectos que marca o Renascimento em diversas regiões da Europa é o Antropocentrismo, ou seja, o homem como o centro das atenções. Essa nova maneira de pensar o homem era totalmente contrária à visão de homem medieval que pregava o Teocentrismo(Deus como centro das atenções). No Renascimento a figura do homem foi extremamente valorizada, pois acreditava-se que o homem era o ser capaz de transformar a sociedade, e não Deus.

O Renascimento na Itália

Renascimento, Da Vinci
Monalisa, Leonardo Da Vinci

Na realidade, o movimento renascentista nasceu na Itália e depois espalhou-se pelo continente europeu. Surgiu na Itália, pois foi lá que os artistas tiveram grande apoio da burguesia. As principais cidades do Renascimento foram Florença, Roma e Veneza.
Vejamos os principais artistas:
  • Leonardo Da Vinci (1452 - 1519) - Considerado um dos grandes gênios da história da humanidade, pois penetrou de maneira brilhante em diversos campos do saber. Suas principais pinturas são a Mona Lisa, A Última Ceia e a Virgem dos Rochedos.
  • Rafael (1438 - 1520) - Grande mestre da pintura, fez diversas obras de arte no Vaticano e diversas Madonas, obras que mostravam a Virgem Maria e o Menino Jesus.
  • Michelangelo (1475 - 1564) - Artista extremamente talentoso; além de pintos, foi escultor e arquiteto. Como pintor, produziu diversos afrescos na Capela Sistina no Vaticano. Como escultor fez obras como Moisés, Pietà e David. Como arquiteto projetou a gigantesca basílica de São Pedro, em Roma;
  • Nicolau Copérnico (1473 - 1543) - Propôs em seu livro Da Revolução das Esferas Celestes que o Sol era o centro do nosso sistema planetário e não a Terra, como acreditava-se até então.
  • Giordano Bruno (1548 - 1600) - Defendia que o Universo era infinito e que Deus deveria ser encarado como um princípio inteligente que deu origem ao Universo. Suas ideias causaram escândalo e foi condenado à fogueira pelo tribunal de Inquisição da Igreja Católica.
  • Galileu Galilei (1564 - 1662) - Desenvolveu o telescópio para suas observações astronômicas e confirmou as teorias de Copérnico. Para não ser condenado à fogueira como Bruno, Galileu negou suas afirmações sob tortura.

O Renascimento na França

  • François Rabelais (1494 - 1553) - Em suas obras Gargântua e Pantagruel criticou satiricamente e veemente a Igreja Católica.
  • Michel de Montaigne (1533 - 1592) - Publicou os Ensaios, em que pregava uma maior tolerância entre os homens, principalmente no que dizia respeito à religião.

O Renascimento na Inglaterra

  • Thomas Morus (1478 - 1535) - Sua obra Utopia, planejou um novo tipo de organização de Estados. O Estado ideal deveria ser mais harmônico.
  • William Shakespeare (1564 - 1616) - Grande dramaturgo que produziu diversas obras-primas teatrais. Pode-se destacar entre elas: Ricardo III, Antônio e Cleópatra, Sonho de uma Noite de Verão, O Mercador de Veneza, Romeu e Julieta, Macbeth e Hamlet.

Nos países baixos

  • Van Eyck - Os irmãos Hubert e Jan Van Eyck destacaram-se pela invenção da técnica de pintura a óleo.

Espanha

  • Miguel de Cervantes (1547 - 1616) - Grande escritor, que em sua principal obra, Dom Quixote, fez uma sátira aos ideais da cavalaria medieval.

Portugal

  • Luiz Vaz de Camões (1524 - 1580) - Grande poeta, Camões em sua grande obra Os Lusíadas contou a História de Portugal. Camões é considerado revolucionário na técnica de escrever.
Imagens: Wikimédia. Comons
Pesquisa e edição: Educadora Luciane Gasparin

Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.