Caso do Cachorro do Carrefour: Como trabalhar em sala de aula - Mais Educação

Caso do Cachorro do Carrefour: Como trabalhar em sala de aula

. .
.

A notícia da agressão a um cachorro no hipermercado Carrefour causou grande repercussão. Veja neste artigo, sugestões de como trabalhar este tema em sala de aula.



Nunca um boicote a um rede de hipermercados causou tamanha repercussão como agora. É fato, que o caso do "cachorro do Carrefour", está causando debates nas mais variadas esferas. É um assunto do momento que levanta questões polêmicas, que podem servir de base para o professor em sala de aula.

Os pais, podem dizer para uma criança que é errado maltratar um animal e até, repreende-la caso ela o faça. Já o professor, enquanto exerce seu papel de estimular o pensamento, pode trazer estas questões para um debate, dentro da sua disciplina.
De  forma que,  no fim, o resultado das duas iniciativas  será o mesmo. 

É fato, que estamos praticamente no período do recesso escolar no Brasil. Porém, este assunto ainda estará atual no próximo ano e, desde já, é saudável planejar um plano de aula com este tema.


Sugestões de atividades

Na disciplina de Filosofia, encontraremos logo uma questão. O agressor do cachorro no Carrefour, afirmou estar cumprindo ordens. É uma afirmação que pode ser explorada para uma aula sobre ética e moral. Até onde é o meu limite? Faço tudo que me mandam, mesmo que aquile ato fere meus princípios? São várias questões para se debater. 

Na disciplina de Português, o professor pode trabalhar com textos que mostrem a relação do homem com o seu cachorro. Existem muitos deles, de autores consagrados, alguns até em forma de poesia. 

Na disciplina de Ciências, podemos aproveitar para estudar a anatomia do cão, ou o comportamento canino. Acredito também, que uma grande maioria de alunos não sabem como os cães evoluíram de lobos selvagens, para animais domésticos.

E por fim, se você leciona em cursos técnicos ou superiores, que envolvam administração e marketing, não é preciso nem comentar. É assunto para várias aulas. A omissão do Carrefour no primeiro momento, a falta de um plano de ação, a inércia da gestão que demorou para agir. 

Estes temas são apenas sugestões, que pensamos de forma superficial. Certamente, você professor, pode encontrar outros meios de trazer o assunto do "cachorro do Carrefour" para dentro do seu conteúdo.

Como inspiração, deixamos este vídeo abaixo de um flagrante da vida real. Este vídeo tem várias interpretações e possivelmente utilizaremos ele em outro plano de aula:



Emocionante não? Por coincidência, o cachorro do vídeo tem as mesmas cores que a Manchinha - nome da cachorra que vivia no pátio do Carrefour.

As atividades e sugestões acima, são adaptáveis. Cabe ao professor analisar seu público e definir a melhor forma de abordagem do assunto.

Boa aula!

Equipe Mais Educação

No comments

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.