Guerra das Coreias : Consequências e cenário atual

. .
Assistimos nos noticiários recentes um agravamento da crise militar entre as Coreias do Norte e do Sul, causado por testes nucleares feitos pelo regime norte-coreano. As Coreias são separadas e vivem em estado de Guerra a mais de 50 anos. Foi um dos momentos mais tensos da Guerra Fria, que durou de 1950 até 1953, ao final, a Coreia fora dividida em duas áreas de influência: o Norte, sob controle comunista e apoiado pela URSS e o Sul, apoiado pelos EUA. Mas você sabe o que foi a Guerra das Coreias e suas consequências para o mundo? Vamos aprender nesta aula rápida.
Seul, atua Capital da Coreia do Sul, destruída durante a
Guerra das Coreias (imagens: comons)

As Causas

A Coreia estivera submetida ao Japão até o término da Segunda Guerra Mundial. Em 1945, seu território ficou dividido entre os exércitos de ocupação, tendo como fronteira o paralelo 38: o sul, ocupado por tropas dos EUA, deu origem à República da Coreia, ligada ao bloco capitalista; e o norte, ocupado pelos soviéticos, formou a República Popular Democrática da Coréia, ligada ao bloco socialista.
O desejo de unificação da Coreia à força, por parte do Norte, foi o que levou ao conflito armado.
O conflito se acirrou  em 1950, o que levou aos Estados Unidos a intervir militarmente na Guerra das Coreias, com o claro objetivo de impedir um novo avanço do socialismo na Ásia.

Nota: Anteriormente já tinha acontecido a Revolução Chinesa, que marcou a vitória comunista na China.

A União Soviética e a China socialista participaram ao lado dos norte coreanos na Guerra das Coreias. Lembrando que a participação das potências mundiais (URSS e EUA) não foi um conflito direto como veremos.

Desenrolar da Guerra das Coreias

A guerra durou anos, sem que se definissem vencidos e vencedores. Por um lado os americanos evitavam um conflito direto com a União Soviética e do outro lado, a cautela era a mesma. Os bombardeios americanos impediam os avanços das tropas do Norte. A China entrou no conflito forçando as tropas americanas e do Sul, apoiadas pela ONU, a recuarem.
Passado três anos, a guerra virou mais uma defesa de linhas e posições do que um conflito direto. 
Guerra das Coreias divisão
A divisão das duas Coreias.
(Wikimedia.Comons)

Fim do conflito armado e consequências

A Guerra das Coreias não acabou oficialmente. Em julho de 1953, foi feito um acordo de paz, que manteve exatamente a situação anterior, com as duas duas Coreias divididas pelo paralelo 38.
Após a Guerra das Coreias, os países do bloco socialista, sob a influência da URSS, assinaram - em maio de 1955 - um tratado de amizade, cooperação e assistência recíproca, chamado Pacto de Varsóvia, que constituía a contrapartida da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte). A divisão do mundo em dois campos inimigos ficava assim mais claramente definida.
Na atualidade exitem vários esforços pela reaproximação dos diálogos entre as duas Coreias, que tecnicamente ainda estão em guerra. Os ânimos do conflito se acirraram quando nos últimos anos, a Coreia do Norte tem realizado sucessivos testes em busca do desenvolvimento de armas nucleares.


Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.