Fobias: Como elas atrapalham sua carreira.

. .
   Havia começado em uma empresa recentemente após um longo processo seletivo. Era minha primeira semana. Sabe aquele trabalho que você se identificou, que parece feito para você? Esse era o que eu tinha conseguido. Até aquela tarde eu sabia que tinha um certo desconforto em ambientes fechados mas, achava que era algo comum de quem sempre viveu em cidade pequena e, se vislumbrava agora com os arranha-céus da cidade grande. Me lembro de ter chegado ao escritório meio ofegante mas, a bomba estourou durante o horário de almoço no meu quarto dia. Ao entrar no elevador assim que a porta se
fechou senti meu coração disparar. Sobreveio uma sensação de pânico de que precisava sair daquele cubículo fechado o mais urgente possível. Um colega me acompanhou na saída do elevador logo nos primeiros andares da descida. Sai e comecei a chorar e demorei para recuperar as forças. 
Medo de Altura: Uma fobia bem comum em vários candidatos
que procuram emprego. (Créditos: wikimedia)
Tentei novamente mas, não aguentei mais do que a descida de três ou quatro andares e entreguei os pontos. Desci pela escada.  Conversei com meu supervisor durante o almoço e fui direto ao médico. Acabei descobrindo que tinha síndrome do pânico e fobia de lugares fechados.
   Até este dia achava as fobias algo como uma "certa frescura" de alguns. Nós nunca acreditamos na doença até ficarmos adoecidos. 
Hoje convivo bem com meu problema após longas sessões de psicoterapia e até de acupuntura. O medo não se foi mas consigo controlar.  
   Existe uma lista quase interminável de fobias que uma pessoa pode sofrer e algumas descobrem das maneiras mais inesperadas como descobri. Trabalhando na Gestão de Pessoas presenciei muitos casos em que as fobias atrapalharam a carreira de um candidato de tal modo que o desligamento foi necessário mesmo sendo um ótimo profissional. Um exemplo prático aconteceu recentemente com um candidato à uma vaga na qual estavam previstas muitas viagens. O mesmo sofria de medo de voar provavelmente até sem saber. Logo não haveria motivos da empresa ter ele em seus quadros já que não conseguiria cumprir todas as visitas viajando de automóvel ou ônibus. 
   Outra fobia que atrapalha bastante os candidatos e muitos a omitem na hora da entrevista é o medo de altura mais conhecido como acrofobia. São várias funções que vejo candidatos desistirem por não conseguirem superar este medo: lavador de janelas; montador de andaimes; montador de estruturas metálicas; telhadista; pedreiro; etc. 
Não ocultar o problema ou se isolar  são
essenciais para superar as fobias
(Créditos: wikimédia)
Normalmente quem presencia uma cena de fobia acha no primeiro momento que é frescura e tendem a encorajar ou ridicularizar a pessoa que já está em um momento de tensão. É importante nestes casos tratar com respeito o colega e procurar acalmá-lo. Nunca sabemos se um dia passaremos por isto também. 
   É preciso observar também no momento da candidatura para uma vaga quais serão as atividades envolvidas. Esconder uma fobia aparentemente simples ( Ex: Cacorrafiofobia - Medo do fracasso) pode ser desastroso futuramente. Não arraste o problema até que ele se agrave. Existem bons profissionais que sofrem das fobias mais estranhas porém, não deixaram de buscar tratamento e levam uma vida praticamente normal. A fobia não é um defeito do profissional e sim algo que pode ser combatido e controlado. 
   E você tem medo de algo? Já passou por maus bocados no trabalho por causa de alguma fobia? Comente, compartilhe conosco suas experiência.

Colaboração: Vera D. Rodrigues 
Equipe Academia Mirojobs

Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.