José Lins do Rego - Mais Educação
.

José Lins do Rego

. .
.

José Lins do Rego Cavalcanti (1901 - 1957)

Nasceu em 1901, em Pilar (Paraíba) e faleceu em 1957 no Rio de Janeiro. Formou-se em Direito, exercendo o cargo de promotor público. Fez parte da Academia Brasileira de Letras. Foi criado num engenho, fato que influenciou toda a sua obra.

Imagem de José Lins do Rego

Características das suas obras

- Quatro elementos se tecem na montagem de seus romances: memória, observação, sentimentalismo  e oralidade.
- Para certos críticos é difícil distinguir, na sua obra, a parte da memória e a parte da imaginação.
- Suas obras oferecem-nos um vasto painel econômico, político, social, humano e dramático da sociedade açucareira nordestina.
- O salto de qualidade nas sua obras acontece com a publicação de Fogo Morto, em 1943.

Suas obras são divididas por ciclos, da seguinte forma:

Ciclo da cana-de-açúcar:

Menino de Engenho (1932)
Doidinho (1933)
Banguê (1934)
Usina (1936)
•˙Fogo Morto (1943)
É o ciclo de maior interesse e importância. Aí estão as obras mais significativas: fixa o esplendor e a decadência do engenho de açúcar.

Ciclo do Cangaço, misticismo e seca:

Pedra Bonita (1938)
Cangaceiros (1953)

Obras pertencentes aos dois ciclos anteriores:

O moleque Ricardo (1935)
Pureza (1937)
Riacho Doce (1937)

Obras de tendências intimistas:

Água - mãe (1941)
Eurídice (1947)





No comments

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.