Quanto rende o seu FGTS? - Mais Educação
.

Quanto rende o seu FGTS?

. .
Com a liberação de saque do FGTS inativo e com a discussão sobre a reforma trabalhista no Brasil, ele voltou ao foco. O FGTS - Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, criado na época da ditadura militar ainda é visto por muitos como um "dinheiro salvador", usado para pagar dívidas, financiar imóveis, apoio em épocas de dificuldades (como em calamidades públicas). Mas afinal. você sabe quanto rende o FGTS?
Compensa deixar dinheiro na conta do FGTS para "render"?


Primeiramente vamos entender o que é, e como surgiu o FGTS.


FGTS é um benefício para o trabalhador?

Em abril de 1964 iniciou-se o governo militar no Brasil. Os presidentes eleitos anteriormente tinham feito muitas leis boas para os trabalhadores e ruins para as empresas. Uma delas dizia que, "o trabalhador após 10 anos de empresa não poderia ser demitido" , somente em caso de justa causa isto seria possível.



O marechal Castelo Branco, que tinha assumido o governo do Brasil, queria retribuir o apoio que recebeu das empresas multinacionais para derrubar Jango. Entre as ações, liberou a remessa de lucros para o exterior (as empresas poderiam enviar para fora o dinheiro obtido aqui). Mas isso não era suficiente; essas empresas queriam que seus lucros aumentassem. Por isso, o presidente criou o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS que acabou com a estabilidade dos trabalhadores no emprego: o trabalhador poderia ser dispensado na hora que o patrão quisesse. 

O FGTS é um bom investimento?

Como vimos, o FGTS é uma espécie de "indenização" para a  perca da estabilidade no emprego. Mas você sabe quanto rende o FGTS?  Será que este tipo de fundo pode ser considerado um investimento rentável ao trabalhador?
Atualmente o FGTS corrigido pela TR (Taxa Referencial) fica em média de 3% ou 4% ao ano, enquanto a poupança rende em média 6% a 7%. Fazendo uma breve comparação de quanto rende o FGTS, em relação a poupança, percebemos que é um fundo pouco rentável a longo prazo.

Mesmo com a multa de 40%, caso o trabalhador seja demitido, ainda assim não é vantajoso já que, ninguém começa a trabalhar pensando em ser demitido logo.

Exemplo prático:
Um trabalhador com o salário médio de R$ 1.090,00 reais contratado em maio de 2016:
  • Depósito mensal do FGTS : R$ 87,20.
  • Depósito total do FGTS entre 05/2016 a 04/2017: R$ 1.046,40
  • Rentabilidade total: R$ 1.073,80
  • Rendimento total em 12 meses: R$ 27,40
O mesmo valor aplicado à Poupança no mesmo período daria aproximadamente R$ 1.125,15. Uma diferença de R$ 51,35. Agora pense quanto rende o FGTS em relação a outros investimentos mais rentáveis que a poupança. Com certeza a conclusão é que o fundo não é vantajoso para o trabalhador.
Tirando os casos em qual o trabalhador é demitido e, a multa de 40% sobre o saldo do FGTS paga pela empresa, cobre a deficiência dos rendimentos, deixar dinheiro "aplicado" no FGTS não é um bom negócio no momento. 
A poupança ainda é melhor investimento que o FGTS.

Mudanças no rendimento do FGTS

No final de 2016 o governo anunciou a distribuição de lucros do FGTS com os trabalhadores. Metade do resultado positivo (50%) será creditado a todas as conta inativas e ativas. Antes esta montante ficava todo para o governo.

É uma tentativa do governo de reavivar o fundo. Em 2016 a poupança rendeu em média 8% contra 5% do rendimento do FGTS. Já a inflação avançou em 6%, o que causa uma depreciação do fundo. 


_________
editorial: Equipe Mais Educação
Fontes de pesquisa: Banco Central, Site G1
Pesquisa Histórica: Brasil: Anos 60. José Geraldo Couto. São Paulo, Ática. Série "O Cotidiano da História".









Nenhum comentário

Agradecemos o seu comentário! Em breve ele será publicado.